domingo, 11 de julho de 2010

tanto faz

pintei uma imagem
nas vestes em dança
fui seu pajem
em cores nuança
nudez selvagem
pela foz de sua coragem
que não se fez mostrar
foi só miragem
criei uma passagem
nos bares a sombra
fui de bagagem
em vozes cãimbras
sons de homenagem
pela foz de sua coragem
que não se fez mostrar
foi só miragem
mas agora tanto faz
ao que desfaz de vez
se nós vamos chorar tanto faz
são apenas sais sobre a sol
idez

1 comentários:

Suzana Martins disse...

Uma miragem que faz sonhar,
lágimas agridoce
que banham a água do mar...

Abraços meu grande amigo Arrumador de Palavras

Beeijos

Postar um comentário