sábado, 26 de março de 2011

sobre a criação


às vezes espero horas e horas
pela senhora dona criação...
é como se fosse um ritual:
primeiro eu explano meus sentimentos,
depois deixo a minha coleção de letras
espalhadas pelo chão de terra e me dano a criar, criar...
é quase como num passe de magia
e eu crio até o que já foi criado antes nalgum lugar,
por alguém que nunca me disse o seu nome;
se é que tem mesmo; alguém que eu nem conheço,
que desconheço; quiçá esteja em mim mesmo
e eu ainda nem me dei conta disso!
coisa tão fácil de entender que então
arrumar palavras passou a ser o meu principal ofício!

4 comentários:

margoh werneck disse...

Quando não sabemos mais nada, Deus ainda tem muito a dizer...

Felioz dia de Sabado.

abraço

Luzenice disse...

Amor meu,

Sobre a criação há muito que não sabemos explicar
Em muito, somos apenas instrumentos
Mas é bom quando nos sentimos maestros tambem.
bjo,
saudades

fabio disse...

los creadores

dios hizo el hombre...
- abracadabra!
y el diablo hizo el poeta...
- vaya con dios!

Guilherme disse...

Não tenho dúvidas de que esse alguém esta em você mesmo. E você está sim se dando conta disso, pouco a pouco.
Amadurecendo seu dom, seu agora principal ofício, você está mais do que se dando conta: está se descobrindo a cada dia.
Beijo!

Postar um comentário