domingo, 5 de junho de 2011

sempre


um amor para recordar
seus cabelos soltos
me abrem o sol na estrada
rimam os meus passos
que rumam por saber
que o vento sopra o rosto
e faz sentir o amor que não se vê
seus cabelos soltos
escorrem em minhas costas
afagam minha alma
me fazem acreditar
que a verdade é livre é como o rio
e o grande amor não estanca
seus cabelos soltos
são os meus pensamentos
que tornam minhas palavras
eternas pelo ar

0 comentários:

Postar um comentário