domingo, 31 de julho de 2011

cabelos brancos

 
 
cabelos brancos, são como livros abertos ao ar
a contar estórias dos desaninhados pensamentos
ser paciência, aguardar, guardar a perspiração
é apenas uma questão de tempo, passa-tempos
há tempos passo com meus grisalhos cadarços
descalços das regras, apenas vou no ensaio dos pés
pé estradeiro dos mestres manoel, ariano, mário...

0 comentários:

Postar um comentário