quarta-feira, 21 de setembro de 2011

rio em quantos


rio em quantos sou por ti
enquanto rio deságuo no mar
enquanto mar deságua em verbo
amar é conjugar os afluentes temporais sorrisos
enquanto se aguarda as pequenas instâncias de lagrimas
enquanto lago sigo a nadar na imensurável gota margeando rio

0 comentários:

Postar um comentário