terça-feira, 24 de janeiro de 2012

gostos

gosto das perguntas por isso aguardo diferenças
sou feiticeiro das imaginações acolhedor de tatos
não gosto das razões simétricas das metodologias
tão pouco me agradam respostas preestabelecidas
vale mais o argumento das puras ideias abstratas
gosto do mundo raso pelos cheios mundos à gosto
sou filho das línguas minguado na boca mãe lua
não gosto da fácil unanimidade por rédea em face
tão pouco do agouro nulo censo reto do cabresto
vale mais a vastidão de barros o arrumo do além
gosto do lero-lero pelo largo desalinho das mãos
sou desconexo a tempos gravido da minha vitória
não gosto do dogma litúrgico telejornal fantástico
tão pouco das sequelas hereditárias dos uniformes
vale mais a lírica despretensiosa dos amadores
gosto da liberdade do vento arredio que inventa
sou pó esvoaçante fragmento um reconstruir arte
não gosto do engodo nos papos da aldeia global
tão pouco da chibata do porco enrolada pra trás
vale mais pedro e a pedra uma pedreira vale joão

0 comentários:

Postar um comentário