sábado, 18 de fevereiro de 2012

exploradores

talvez seja possível enganar a muitos com imagens editadas,
mostrando que um jogo de mão seria capaz de trazer dignidade
aos que sofreram e ainda sofrem os maus tratos do mundo capital
talvez seja muito fácil chamar de guerrilheiros em tom de bom grado
os que lutam contra esse tipo de terror capitalizado por conveniência
pelas entrelinhas baratas sempre na sombra de algum lucro pessoal
talvez seja praxe ignorar os revolucionários socialistas cubanos
que ainda sofrem embargo mundial por serem contra os desmandos
dos que se acostumaram a lesar a mente ao talho da foice no canavial
talvez seja licito o eterno poder de subjugar e desapropriar a alma
para aqueles tem o direito de exterminar em nome da guerra
num crime velado às claras contra a livre expressão universal
talvez seja melancólica a tentativa da imprensa furtadora de sonhos
em projetar ídolos muitas vezes manipulados por marcas e rótulos
na triste e infame defesa de algo que não faz parte da sua roda social
talvez seja necessário o órgão de brado reto em defesa da criança,
 que de forma irônica estampa seu brasão de logradouro burguês
como propaganda no uniforme de uma lucrativa equipe tradicional
venha enfim explicar o destino das cifras milionárias arrecadadas
e de contra partida por piedade consanguínea de rede armada
ajude a sua parceira especialista em grilagem de mata atlântica
juntamente com o seu circo picareta regido ao som dos alto-falantes
e pelo seu emaranhado de antenas vitalícias, de ondas repugnantes
a se desenrolar das tramas ilegais dos fúteis abatimentos de impostos
sempre lembrando que a miséria infanto-juvenil não será amenizada
pelo infeliz toque de recolhimento do histérico grito de “ilare, ilariê”
e com toda certeza, seguirá avançando de rumo pelo mundo a fora
através do torpe enriquecimento ilícito em nome do sofrimento alheio

0 comentários:

Postar um comentário