sexta-feira, 23 de março de 2012

sem humor

vale sempre sorrir, mas hoje nobre é chorar
choram pela cidade os milhões de franciscos
personagens do tempo pelo tempo da criação
agora órfãos de pai e porque não dizer de mãe
com qual das  mãos se vai acenar em adeus
quando difícil parece sustentar-se nos pés
deixo minha coleção de palavras derramada
nesse triste lamento de profunda reverência
ao genial mestre dos mestres
CHICO ANYSIO

2 comentários:

FRANCIMARY disse...

Lindo lindo...linda homenagem.

Lu disse...

Um homem que não cabe em si! Teve que se reinventar em mais de 200!!
Lindo, amor meu!

Postar um comentário