terça-feira, 14 de agosto de 2012

na vanguarda?!...



 há mais de trinta anos os donos da comunicação
vêm do alto de seus canais de rádios e televisões,
dos seus jornais e revistas, incendiarem o discurso
de que o pais é o antro da política de corrupção
sem nunca mostrar ao certo a que veio ou a quem serve
pois bem, deem nomes aos bois!
coloquem as cabeças nas vitrines!
sem pudor, sem fazer cerimonia ou retaliação
muitos deles são produtos de sua excelência
o poder emana do vício cotidiano povo
a massa é manuseada pelo açoite das antenas
mas, não esqueçam de levar em conta
que as suas comunicações são geradoras de jogadas lucrativas
sempre, em nome de todo e qualquer tipo de miséria,
e, também, não esqueçam de acrescentar à conta
que todas as formas de oligarquias, há anos impostas,
passaram e passam por seus corredores e salas de reunião
como explicar tais torpes parcerias sub contraídas dos generais
e, hoje, divididas com os travestidos coronéis nordestinos
que fique explicito em tinta derramada:
muitos desses cleros familiares e políticos
consolidaram sua vitalícia forma de poder
graças à sua indiscriminada e criminosa ajuda!
e, mais, solidificaram seus ilícitos enriquecimentos
no descarado brado de burlar massacrando as proles!
como pode agora negar, fingir, o dito poder
que isenção jornalística é capaz de justificar tamanha hipocrisia
quando nem o observatório é capaz de firmar sua afirmação
se há uma certeza a ser publicada é a certeza total
de que a imprensa do nosso país é uma instituição rica
no mais rico e desclassificado sentido imoral da palavra
de resto, tudo soa como estatísticas irrelevantes
quem é capaz de vestir a toga da justiça contra a tela
se no desmanche da entretela é que se trocam pontos e favores
então, pela plena incapacidade, a rédea é o seguimento
da trilha assustadora que gera uma arte obscura e paralela
numa rede de artistas e intelectuais mesquinhos
com suas metades de si nos tristes risos que lhes restam
ou, quiçá, no podre bordão do alcoviteiro covarde
pelo baseado xaveco: “o que é isso companheiro”
somados aos tantos outros irmanados dos pitos
incapazes de sustentar os seus discursos contra as elites
por estarem, hoje, gravados, fazendo parte delas!
eu queria poder cantar gritando contra os podres poderes
contra essa vida de gado a correr dos aviões sobre as cabeças
da luz teleguiada que segue a nos deixar muito burros demais
sem ter a angustiante sensação de me perder por vãs filosofias
que nem seus próprios autores são capazes de sustentar
pois bem! rumo as ventas dos abutres é que exala a moral
e no resumo desta intragável peça armada, sigo a replicar...
pra saber quem se beneficiou com o extravio das riquezas do pais
seria necessário ter uma imprensa sem vínculos partidários
sem o costume de imprensar com a sua prensa capitalista
o seu sórdido conjunto de informações maquiadas
a mídia que sustenta a desarte é a mesma que arma e desarma a arte!

0 comentários:

Postar um comentário