quarta-feira, 1 de agosto de 2012

vade retro...




pela plena convicção daqueles que sempre sobram no tempo
na contra dança das bocas de fome que endurecem costelas
pelos intermináveis, há tempos árduos das raspas das mesas
no descarado repatriamento das leis em prol das irmandades
podemos firmar, com pá de firmamento do mais vero silêncio,
e afirmar que o inferno é a justa migalha ao alcance dos pés
e, de pronto, que o bafio capital ainda exala o seu ar arrogante
sobre os reles condescendentes sob pena da ordem de mando
do velho e truculento coronel nordestino toninho malvadeza
o baba de quiabo em liga de babosa, o pau ensebado de enxofre
ardilosamente personalizado muito antes de sua vil existência
e, que ainda ecoa das profundezas oposicionista ao “gantoise”
sem saudação de sarava! de qualquer entidade soteropolitana
com seu dito cabresto ajumentada-mente na via dos costumes
mas, como já dizia o caboclo sem latim já latindo, vá de reto!
com ou sem tese joão “u” da burguesia do pontual chá inglês
escritor, sombrinha de itaparica, tipo quanto mais velho pior
o shake que a mídia espirra... viva o curral! brejo pras vacas!
aaah minha avozinha! no abc do mister picareta “m” é “x9”
o misto familiar de generais, oligarcas, filhotes e puxa-sacos
uma equação miserável com rentabilidade em junior e neto
ou qualquer irrelevante estatística da organização “a gleba”


0 comentários:

Postar um comentário