terça-feira, 22 de outubro de 2013

medíocre XII


a insanidade medíocre tem um encaixe perfeito com corjas
principalmente com umas e outras dissimuladas
que insistem em tirar proveito de tudo
intitulados das morais ora pelo podre tempo de mando
via intermináveis conchavos de comunicação
ora no deplorável desespero de retomar o poder
via mão grande em golpe sem planejamento militar
dos seres embrenhados pelas teias do ar-marinho
um se destaca por ser o bomba de cabide
inescrupulosamente proveniente do ar-mário
de cara especulativa, em metamorfose bolor morfético
um ensebado pau mandado, de mandato duvidoso,
auto falante de cotovelo, engodo nazista ia gritante
é de certo que o louro dá o pé para o seu dono
mas, só quando treinado, ora bolas, já outros!...
babam o saco de couro de quem manda por ser escroto
e depois vem todo em ternado quase nos quatro...
assim que nem em-couto, que passa a grunhir cuspindo
a sua verborreia por ante metáforas sifilíticas
nos intermináveis minutos das redes entediantes
com seu perfil de gralha, na pouca migalha de merda
desses velhos assentados anos do ciclo das oito
na mórbida espera de ser abatido no coito

0 comentários:

Postar um comentário