terça-feira, 23 de setembro de 2014

aos enquadradores


todas as meras mudanças de condutas
sem os devidos reconhecimentos de causas
soam como descasos, ausência de moral
feito poesia encomendada de selo pago ao cargo
no engodo nulo fardo das subserviências autorais
incapaz de gerar um diálogo, contar um causo
uma reles enlatada narrativa, quiçá um conto
e feito jornal de quadrilha, esquartejando a ética
embebedado tal qual bucha de incinerar balão
a passar como para-lamas desgovernados
em busca do sucesso ao custo do esticado pires
sem qualificação de compassos carnavalescos
fazendo prevalecer o triste transferir dor
que faz girar a roda sob a batuta do passo quadrado
no ensoado movimento de dança muda
herdada em sangue dos bois verdes generais
a murchar sem jamais florescer jardins...

0 comentários:

Postar um comentário