terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

cárcere


"quem encarcera asas,
não tem como falar
de liberdade"

2 comentários:

Suzana Martins disse...

Verdade absoluta, meu tão amigo...
Por isso que deixo as minhas asas livres...

Beijos

Guilherme disse...

Levando um pouco mais ao pé da letra, de metódico que eu sou (rsrs), realmente nunca me agradou a ideia de prender pássaros em gaiolas e roubar-lhes o que eles têm de mais belo: a liberdade de voar.
Aplica-se o mesmo raciocínio a nós, meros inalados, meros ápteros.

Postar um comentário