segunda-feira, 21 de maio de 2012

desencanto


a triste-cidade das coisas são os rótulos dados a elas
o canto amargo escoa num desencanto
a livre expressão é privilégio da humanidade
todos somos iguais no direito e dever
a diferença se faz pelo ponto de vista
comunicação vitalícia é insulto a credibilidade
no mais das vezes ou seja quase e sempre
a história é contada por aqueles que fazem a edição

0 comentários:

Postar um comentário