quarta-feira, 13 de junho de 2012

gigante da colina


ser vasco da gama
é construir um santuário em forma de fortaleza
uma barreira como forma de defesa contra forças vitalícias
ser vasco da gama
é fazer história pela coragem dos atletas negros
derrubando preconceitos ainda entranhados por essas redes
ser vasco da gama
é representar a seleção de ouro antes de outros
mesmo que a edição dos fatos seja dos algozes incendiários
ser vasco da gama
é ter direito ao anel de sombra de maior torcida
ainda que o sistema ditador imponha a sua rubra vontade
ser vasco da gama
é o prazer de olhar da janela o gigante da colina
como solitário farol a iluminar meu lar com cruz de malta

0 comentários:

Postar um comentário