terça-feira, 15 de janeiro de 2013

aos sorrateiros II


contam pela historia que pedro negou cristo três vezes
para depois construir na pedra sua casa
dê uma pedra a pedro qualquer!?
se o seu telhado for de vidro...
contam também pelos garbosos dos cotovelos
que pedro tem o som do poder chave das chuvas
dê um microfone a pedro qualquer!?
se o seu ouvido for de penico...
deixemos tudo em seu “desclarado” lugar
então, à cesar o que é de cesar
enquanto aos pedros, todavia bosta nada
um dia o pedro qualquer cobriu a queda de um grande muro
e comemorou com seu mundo uma tal liberdade
mesmo sem saber se o lado era realmente o esperado
tudo em nome do anglo-saxônico capital
que encheu sua lábia de copiar escritas alheias
anos depois pedro qualquer comprou um belo terreno
e, como de praxe, se fechou entre muros
iguais aos que ele se esqueceu de cobrir contra a imigração
consolidado bem debaixo de suas fuças
e, sem o menor pudor conspirou-se de argamassa
encharcado em jornalismo barato
junto a outros tantos, vestindo a camisa da unanimidade
para se esconder por detrás das fechaduras
se é pra ser o belo pedro qualquer
bola gato dos bordeis da rede do armarinho
prefiro a baba comunista do velho companheiro
de todos os cantos meu amigo pedrolelé

0 comentários:

Postar um comentário