sexta-feira, 9 de abril de 2010

cais de pedra




ciclo de sol e chuva se faz
ao longe parece mágica
será que o céu o mar e os blues
são mesmo azuis
de perto tudo é sem lógica
olhos se multiplicam em tantas direções
e o mundo transborda pensamentos
somos personagens desta arte chamada tempo
e a todo tempo tudo é movimento
nestas rugas que a distância traz
a saudade é como um cais de pedra
melhor mentira estar na central
vendo a verdade cair de perna aberta
nós somos muito mais
do que a simples beleza externa
somos um complexo sideral
muito além de cercas da terra


(à tati monteiro do site http://sandracajado.com.br/ )

4 comentários:

Sandra Cajado disse...

Queridos amigos Lú e Luís Lima.

Obrigada mesmo por essa linda homenagem,Tati era uma filha pra mim.
Eu ainda estou muito fragilizada com essa grande perda,mas o tempo e o Senhor Deus cura todas as coisas...
Um grande abraço.
O site decretou luto por 7 dias,após voltaremos nossa atividades normais.

Rafael Cajado disse...

"olhos se multiplicam em tantas direções
e o mundo transborda pensamentos
somos personagens desta arte chamada tempo"

Essa beleza toda em volta,só podia vim de um coração cheio de sensibilidade como o seu.

Lindo...lindo...lindo!

abraços.

Rafa.

Suzana Martins disse...

Somos moldados pelo sorriso e pela arte de desenvolver sentimentos que duram eternamente!!

Lindo e perito jogo de imagem e palavras!!

Abraços meus...

Linda homenagem a nossa querida Tati

Anônimo disse...

que lugar é esse ?

Postar um comentário