quinta-feira, 10 de junho de 2010

tela vive


tela vive tela fala tela manda
tela exibe tela plana tela engana
que louco seria capaz
de atirar a primeira pedra
que doido se julga poder enfrentar o poder da fera
vivemos na estática hora moderna
no pó das promessas que nunca acabam
nós somos as caras da longa espera
dessa fila desestruturada
a vida é bela vista de outra janela
nu via satélite é na base do tapa
e a rede embala captura
a gente dança não capta nada
para cesar o que é de cesar para pedro pedro para
para cesar o que é de cesar e para pedro pedro nada
tela vive tela fala tela manda
tela exibe tela plana tela engana

1 comentários:

Suzana Martins disse...

Tela canta tela chora tela fala
tela brinca com o nada.
tela emociona tela chorona
tela sempre tela nada bela!!

Como sempre maravilhoso, meu amigo Arrumador de Palavras!!^^

Postar um comentário