segunda-feira, 29 de novembro de 2010

em outras palavras


minha mente em eterna giração
segue como audaz mimeografo
das mais altas tecnoletrologias
da simples imaginação
muito além das meras teses
do raciocínio das escritas
resta a minha mão o exercício
de folhear as páginas do pensamento

na freqüência do cotidiano

1 comentários:

Suzana Martins disse...

Você, o mestre de todas as palavras!!!

beijos meu tão amigo!!!^^

Postar um comentário