quarta-feira, 25 de abril de 2012

todas as palavras

que me sejam dadas todas as palavras
com elas quero viver tórridas estórias de amor
na cumplicidade em loucura
que me sejam dadas todas as palavras
com elas posso traduzir em versejo o abstrato
pela duração das poesias
que me sejam dadas todas as palavras
com elas acordarei todos as manhãs do inicio
para qualquer fim que não se faça necessário alcançar
devo dizer que todas as palavras me encontram
na mesma velocidade em que me desmontam
então, que me sejam dadas todas as palavras
pois na maioria das vezes me sinto mais poesia
do que poeta propriamente declamado
minha poesia não cabe no se, no fosse
porque simplesmente somos

0 comentários:

Postar um comentário